ECONOMIA

Indicadores Imobiliários do Amazonas apontam crescimento no volume de vendas em 2024

Comparando o primeiro trimestre de 2023 com o de 2024, houve um aumento significativo de 79% no número de unidades lançadas

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira (03/7), pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi) revelou dados importantes sobre o desempenho do setor no primeiro trimestre deste ano.

Comparando o primeiro trimestre de 2023 com o de 2024, houve um aumento significativo de 79% no número de unidades lançadas. Em 2023, foram lançadas 329 unidades, enquanto em 2024 esse número subiu para 589 unidades (comercial, horizontal e residencial vertical).

Segundo o presidente da Ademi-AM, Henrique Medina, o primeiro trimestre de 2024 já foi muito próximo do quarto trimestre do ano passado, o que mostra o mercado aquecido.

“Continuamos em ritmo acelerado de crescimento e isso demonstra que o ano é bastante promissor. As vendas continuam em alta e isso acontece muito em vista da oferta de crédito que tem hoje para a aquisição do imóvel, sobretudo crédito para o Minha Casa, Minha Vida. Então, os agentes financiadores, sobretudo Caixa Econômica Federal, têm dado uma quantidade de crédito relevante e os incorporadores fazem a parte dele. Se tem crédito, a gente está lançando mais e, consequentemente, a gente vai vender mais também”, explicou o presidente da Ademi, Henrique Medina.

Ao longo de 2023, o mercado imobiliário do Amazonas acumulou R$ 1,909 bilhão em vendas de imóveis novos, ultrapassando a marca de R$ 2 bilhões em valor bruto.

Os dados refletem uma recuperação e crescimento no mercado imobiliário do Amazonas, apesar das flutuações trimestrais e desafios econômicos. A Ademi-AM continua monitorando essas tendências para apoiar o desenvolvimento sustentável do setor.

Lançamentos Imobiliários

Foram lançados dois empreendimentos residenciais verticais, totalizando 431 unidades. Destas, 320 são de padrão econômico e 111 de padrão standard. Também houve o lançamento de um empreendimento horizontal residencial com 158 unidades.

Apesar do aumento nos lançamentos, houve uma queda de 9% nas unidades vendidas no primeiro trimestre de 2024 em comparação ao mesmo período de 2023. Este ano, foram comercializadas 1.294 unidades verticais, sendo 735 econômicas e 559 de outros padrões. Unidades horizontais foram 313 unidades e mais 20 unidades comerciais.

Valor Geral de Vendas

O Valor Geral de Vendas (VGV) no primeiro trimestre de 2024 foi de R$ 447 milhões, representando um crescimento de 6,17% em relação ao mesmo período de 2023, quando o mercado faturou R$ 421 milhões.

Bairros Destaques

Os bairros que mais se destacaram nas vendas no primeiro trimestre de 2024, representando juntos 77,0% das unidades vendidas, foram:

– Ponta Negra: 295 unidades

– Tarumã: 226 unidades

– Parque Mosaico: 214 unidades

– Lago Azul: 209 unidades

– Da Paz: 123 unidades

– Parque Dez de Novembro: 115 unidades

Desempenho de 2023

O ano de 2023 foi marcado por um crescimento expressivo, especialmente no final do ano, com um aumento de 18% nas vendas. Cada trimestre de 2023 superou os resultados do ano anterior:

1º Trimestre: R$ 421 milhões

2º Trimestre: R$ 522 milhões

3º Trimestre: R$ 511 milhões

4º Trimestre: R$ 450 milhões

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *